Pular navegação

Monthly Archives: outubro 2009

Sr. Presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva, a autonomia dos Estados tem que ter limites e a situação do Rio de Janeiro é de extrema delicadeza e urgência pois envolve a morte diária e indiscriminada de civis.  Portanto Sr. Presidente, tome um posicionamento digno de um Chefe de Estado e encare a situação do Rio de Janeiro como uma guerra civil declarada e em andamento. O Sr. lutou para que as Olimpíadas fossem realizadas no Rio de Janeiro, lute agora para que tenhamos platéia para esta Olimpíada. Sua decisão será com certeza aplaudida de pé por todos os brasileiros e extrangeiros que amam o Brasil e em especial o Rio de Janeiro.

Anúncios

Ontem em matéria ontem sobre a rodada do fim de semana do campeonato brasileiro o SBT deu destaque a “zebra” em alguns resultados, mas foi muito infeliz o produtor da matéria ao mostrar o jogo Sport Recife 2 x 0 Corinthians Paulista como exemplo.  O Corinthians nunca se dá bem quando joga contra o Sport, em outras palavras, o time paulista é freguês do Leão Coroado.  Outra pérola foi a do comentarista da Band, o Neto, ex-corínthians. Disse ele que quando está trabalhando não torce para ninguém e de quebra, bairrista como ninguém já colocou o Sport Recife na tabela da 2ª divisão de 2010.  Quem assistiu ao jogo sabe quanto de verdade há nesta frase…

Em um restaurante em São Paulo foi encontrado um siri (crustáceo) vivo no banheiro.  Lembrei-me que nos anos 80, quando morava em Recife, fui a um restaurante em Olinda e em um banheiro dei de cara com um enorme escorredor de arroz em cima do vaso sanitário.  Detalhe: O arroz lavado estava ali para secar… Devemos então complementar a placa que convida os clientes a visitar a cozinha e convidá-los também para uma visita ao banheiro, pois pelo visto ele já se tornou parte da cozinha em algumas bocas de porco que insistem em ser conhecidas como restaurantes.

Para o Ministro Tarso Genro o furto e divulgação das provas serviram para mostrar a importância do ENEM, para mim serviu para mostrar como o sorvedouro de dinheiro funciona neste país.  Trinta e cinco reais foram cobrados de taxa de inscrição por aluno, vezes quatro milhões e cem mil alunos inscritos dão a bagatela de cento e quarenta e três milhões e quinhentos mil reais.  Trinta milhões de reais é o prejuízo estimado com a lambança. Quem dera eu ter acesso a planilha de custos original.  Será que alguém se habilita a publicá-la, sem ter que furtá-la também?

A imagem da destruição do pomar da Cutrale, assim como a destruição das estufas da Aracruz mostraram ao mundo como nasce uma organização terrorista, apenas o governo brasileiro não enxerga isto.  Um ditado popular diz que quem rouba um tostão rouba um milhão.  A permissividade para com estes bandidos salafrários os está incitando a usar de meios cada vez mais violentos para conseguirem seus objetivos.  Qualquer estrategista de primeira viagem sabe que a solução nestes casos é eliminar o líder, ao que pergunto, o que o líder do MST está fazendo fora da cadeia?

Muitos são os brasileiros que acompanham a situação na Capital de Honduras. Mas uma situação em especial está me pondo com as barbas de molho.  Ontem ouvi uma reportagem onde foi aventada a possibilidade da interferência direta do Governo na liberdade de imprensa daquele país.  Vou acompanhar de perto para saber a opinião de nosso Governo, de nossa própria imprensa e de nossos juristas a respeito do caso.  É lamentável, pois aqui em nossa pátria o maior jornal do País, O Estadão foi amordaçado e até agora parece que todos se esqueceram disto…

Não culpo em hipótese alguma os brasileiros que estão alardeando que as Olimpíadas servirão como meio de enriquecimento ilícito para alguns, infelizmente esta prática é praxe em nosso País. Mesmo tendo a Polícia Federal, Ministério Público e Órgãos Fiscalizadores ligados direto ao evento, como bem falou o Lula, sabemos que no Brasil locupletar-se é Cláusula Pétrea da Lei de Gérson no capítulo das Licitações Públicas, tendo o Superfaturamento como Parágrafo Único. A devolução do dinheiro aos cofres públicos é um desafio ainda não vencido, simplesmente porque o interesse político está apenas no jogo de ida, no jogo da volta, nós, contribuintes sempre somos derrotados.

Parabéns Rio de Janeiro, parabéns Brasil, parabéns brasileiros que assim como eu, aplaudiram a decisão do Comitê Olímpico Internacional elegendo o Rio de Janeiro como sede das Olimpíadas de 2016.  Mas há um ilustre brasileiro que em toda a comemoração de nossa vitória não foi mencionado e aqui presto a ele a minha sincera e grata homenagem.  Não é Pelé, nem o Paulo Coelho e muito menos o Lula, tampouco os atletas que nos representaram tão bem em Copenhagen, não é o Sérgio Maia, o Prefeito do Rio e nem o Ministro dos Esportes e se você acha que foi é João Havelange esqueça.  O ilustre e desconhecido brasileiro que mais se destacou foi a pessoa que redigiu o discurso que foi lido pelo Lula. Em todos os meios de comunicação o discurso foi elogiado, mas o autor ao menos foi citado.  E, se o autor por acaso for o próprio Lula, permitam me desculpar, eu creio em milagres.