Pular navegação

Moro em São Paulo e após a longa chuva que caiu noite adentro, logo ao amanhecer vejo a Serra da Cantareira ao longe, límpida, verdejante, o ar fresco com aquele cheiro de grama úmida, é a natureza em destaque. Mas o homem a culpa pelas desgraças, até pelas mais de 700 pessoas mortas no Rio de Janeiro. “Aquele morro não deveria ter caído” disse uma das vítimas, mas o morro caiu e caindo não esperava ele encontrar pessoas em seu caminho natural.  “Choveu em um dia o que era esperado em um ano” disse outro… Quem disse que é assim que funciona? O homem… Será mesmo que o homem acredita que pode superar a natureza? Ele pode e a está destruindo, mas vertiginosamente ela está se recompondo e voltando a ser a natureza como no início, sem a ajuda das ONGs dos homens, é claro!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: