Pular navegação

Monthly Archives: junho 2014

Para o bem da verdade gostaria de neste espaço pedir para que a FIFA corrija uma grande injustiça. Nas transmissões dos jogos da Copa 2014 que ocorrem na Arena Pernambuco todas as propagandas dão como Recife a localização da Arena, o que não é verdade.  A Arena Pernambuco está localizada na cidade São Lourenço da Mata distante a 19,7 km da capital pernambucana, Recife.

‘É uma vergonha aumentar os preços nos restaurantes por causa da Copa’, disse o Francês Claude Troisgros radicado no Brasil, dono de sete ‘casas’ no Rio.  É por causa disso que eu seleciono meus “fornecedores”.  Pizza só de Pizzaria que o entregador não chega em minha casa “rasgando” com o escapamento da moto aberto. Restaurante só os que não aumentaram o preço durante a copa. Político, bem, ai é diferente, não dá para selecionar, não temos opções, vai no “chute” mesmo, no sentido literal da palavra.

Ditadura: Não. Justiça com as próprias mãos: Nem pensar. Sair do Brasil: Não resolve. Votar: Depois somos enganados. Acreditar na Justiça: Decepção. Intervenção Militar: Também não. Protestos Violentos: Tomamos bala. Protestos pacíficos: Não resolve. Parar o Brasil: Não tem jeito. Votar na oposição: Ela vira situação: Votar na situação: Ela vira oposição. Pedir asilo no Paraguai: Lá não caberiam todos. Votar nulo: Não muda nada. Ficar calado: Piora tudo. Falar a verdade: É censurado. Não somos acomodados estamos encurralados.

Venho a público pedir desculpas aos turistas japoneses Morishima e Fukumoto que foram assaltados no Recife. Eles vieram da terra do Sol Nascente para assistir ao jogo entre Costa do Marfim e Japão na Arena Pernambuco e seus patrícios chegaram a recolher o lixo do estádio antes de ir embora, tamanha é humildade e educação desde povo.  Sou Recifense e embora esteja em São Paulo há mais de 40 anos nunca esqueci minha terra natal, continuo torcendo pelo Sport Recife e acompanho o desenvolvimento de Recife pela internet, estou como a maioria dos Recifenses envergonhados pelo mal que estes facínoras lhes causaram.

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, reagiu às declarações de black blocs, publicadas neste domingo que prometeram transformar a Copa “num caos” e anunciaram associação de esforços para as manifestações com o PCC (Primeiro Comando da Capital). “É inadmissível a união pelo crime”, desabafou. “É inadmissível que pessoas queiram se associar ao crime para fazer reivindicações”.  Sabe de nada, inocente. Depois de tudo que os blacks blocs fizeram e estão por fazer ele ainda os chama de pessoas.  Isto me faz lembrar aquelas placas que as empresas aqui de São Paulo colocam para evitar pichações onde está escrito “Senhores pichadores”…