Pular navegação

As mortes sucedem-se no Rio de Janeiro e já fazem parte do cotidiano das pessoas, morrem jovens, adultos, crianças, mulheres, homens, negros, brancos, morrem todos em nome de uma incompetência ímpar.  Criam-se metodologias, estratégias, planos de batalha e nada muda, nem mesmo o secretário de segurança, ele permanece incólume assistindo a tudo, mas com ele viverá este estigma. O Estado “perdeu” como falam os bandidos, traficantes e milícias que agora governam a Cidade Maravilhosa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: