Pular navegação

Tag Archives: aposentados

A fim de reduzir o elevado déficit previdenciário, o governo articula um conjunto de normas para limitar os critérios de concessão de pensões por morte no Brasil – Ponto. Conjecturando-se, poder-se-ia concluir que: Estando a Segurança Pública no Brasil entregue às baratas, há um aumento significativo dos casos de pensão por morte. Da mesma forma a Saúde Pública no Brasil está falida e em pouco tempo os futuros ex-pensionistas por morte também estarão mortos – Ponto.  Tem-se então o Teorema de Jatiacy que afirma: Sendo a linha do tempo um fato inexorável, o descaso contínuo dos governantes nas áreas de Saúde e de Segurança Pública é necessário e suficiente para um perfeito equilíbrio previdenciário.  Concluímos a partir deste Teorema que: No Brasil quando não morremos de “morte matada” em função de uma Segurança Pública deficiente, morremos de “morte morrida” em função de uma Saúde Pública inexistente…

Para evitar as constantes discussões, atritos e constrangimentos.  Sugiro que as placas e adesivos que indicam assentos reservados para pessoas em situações especiais nos ônibus, trens e metrôs, sejam modificadas e passem a ter a seguinte inscrição “Assento reservado para pessoas necessitadas”.  Entendam, há muitos jovens em situação difícil, eles vem da balada muito cansados, ou estão estressados por causa do orkut e msn, ou passaram a noite cheirando e bebendo, por isso eles sentam nos bancos reservados e dormem, dormem, dormem, mas em realidade eles estão é semimortos e necessitam de um local para quem sabe um dia talvez reanimar ou reviver.

Ontem tive acesso a apenas uma parte do contrato de um empréstimo consignado a uma aposentada.  O Banco não entregou uma cópia do contrato, entregou apenas a folha de demonstrativo da operação, os juros mensais ultrapassam os 2%, ao ano são mais de 22%, eles empurram um seguro e dizem que o dinheiro será devolvido ao fim do contrato, os aposentados nem sabem que a venda casada é proibida por Lei.  É lastimável, os aposentados estão sendo enganados, depenados, ludibriados.  Lula, no que ainda resta de amor ao próximo em você, olha nos olhos cansados e inocentes de um aposentado e pega das mãos dele os papéis de um empréstimo consignado, vê o que os bancos estão fazendo com eles, é um ato de covardia Lula.  Eles estão aproveitando a mansidão e desconhecimento dos idosos, é como roubar doce de uma criança… Filhos, Netos, Bisnetos não deixem os bancos roubarem os seus amados pais, avós, bisavós. Alguém faça alguma coisa.