Pular navegação

Tag Archives: Geraldo Alckmin

Na Praça da Sé em São Paulo o crime corre à torto e à direita, vendem-se desde Passaporte, RG, CPF, Carteira de Habilitação, Diploma de Universidades até CD´s com dados pessoais de todas as autoridades brasileiras, havia um Posto da Polícia Militar… Havia, foi tirado.  A Cracolândia do Governador Alckmin e do Prefeito Haddad, sim, deles, está crescendo a cada dia, e protegida pela Guarda Civil Metropolitana.  Lá está funcionando de vento em pôpa o comércio de crack, cocaína, heroína, maconha e lá estão os traficantes nacionais e internacionais para quem quiser ver… É o governo do PSDB? Do PT? Não! É a falta de coragem dos homens públicos deste País que tanto aqui como no Rio de Janeiro, Recife, Alagoas e outras cidades borram as calças quando saem de seus carros blindados e se distanciam de seus seguranças. E a população… A população que se exploda!

Anúncios

Sugiro às redes de televisão que apresentam programas voltados à violência urbana que no dia 4 de Outubro de 2014 façam um programa especial de 24 horas com flash ao vivo dos acontecimentos nas capitais e regiões metropolitanas, como se fosse um reality show (de horror).  Desta forma a população teria material suficiente para escolher os novos governantes.  Por exemplo, aqui em São Paulo duvido que o Alckmin com sua política de segurança pública conseguisse reeleger-se.

24/12/2010: O presidente Lula lança na próxima quinta-feira (30), em Brasília, o modelo da nova carteira de identidade com chip e cartão magnético que será adotado a partir de janeiro de 2011 em todo o Brasil. O RIC (Registro de Identificação Civil) será um cartão que reunirá todas as informações pessoais, como o número do CPF e o título de eleitor, armazenadas em um chip e que irá substituir gradualmente as cédulas de identidade. O objetivo é substituir todas as carteiras de identidade em nove anos. Em 2011, serão dois milhões de carteiras trocadas; em 2012, oito milhões, e, a partir de 2013, 20 milhões cada ano. O atual modelo de carteira já tem 27 anos e está obsoleto.  06/02/2014: Foi lançado nesta quinta-feira em São Paulo o novo modelo de cédula de identidade feito a partir da coleta biométrica, o novo documento traz um código que promete dificultar fraudes e auxiliar nas investigações de crimes.  Os 230.000 presos do Estado receberão o novo documento.

Depois de centenas de mortes o governo do Estado de São Paulo resolve sancionar uma lei para coibir os desmanches de veículos clandestinos, ou seja, quase cem por cento deles. Eu sei e todos sabem que fechando estes desmanches sobrará mais espaço nos cemitérios e só agora é que o governo toma uma providência. É o mesmo caso do pagamento de fiança para responder em liberdade, das saídas temporárias e do regime semi-aberto para traficantes, estupradores e homicidas; Todos sabem do resultado maléfico para a sociedade, mas não tomam nenhuma providência.

A imagem hoje estampada em todas as mídias de um coronel PM que foi espancado e teve sua arma roubada sendo protegido por um policial civil retrata bem a gravíssima situação que estamos vivendo aqui em São Paulo.  E o nosso governador, chefe supremo das instituições de segurança pública do Estado, apenas discursa com palavras duras (como sempre), mesmo sabendo que este grupo de mascarados vai chegar ao Palácio dos Bandeirantes a qualquer momento não se abala, pois de lá ele sai em um helicóptero direto para as câmeras, discursar… Até quando Geraldo Alckmin?, até quando Dilma Roussef?, até quando senhor José Eduardo Cardozo? O que falta para vocês tomarem uma atitude de líderes?  Estão esperando nosso país se tornar uma Síria?

 

Em entrevista na sede da Secretaria da Segurança Pública (SSP) o delegado geral, Maurício Blazek, comemorou o trabalho que culminou com a captura do trio acusado da morte da dentista Cinthya Magaly Moutinho de Souza. “Eu havia dito que era questão de honra [achar os autores do homicídio].”, disse ainda que os detidos confessaram o crime concluindo, “O caso da Cinthya está findado.” A família dela também Dr. Blazek.  Agora a frase “questão de honra” virou moda, é o governador, delegados, prefeito, todos dizem isto depois que mais um crime terrível acontece e o número de questões de honra resolvidas cresce a cada dia não é? Mais um “adolescente” de 17 anos assume a culpa de um bárbaro crime, e nós nos perguntamos até quando eles fornecerão crimes onde para vocês será uma questão de honra encontrá-los.  Questão de honra para vocês, questão de desonra para nós, pois não podemos proteger nossas famílias tão bem como os senhores protegem as suas, às nossas custas, claro.

Rio de janeiro: Depois da morte cerebral da menina Adrielly dos Santos, de 10 anos, confirmada na noite de domingo (30), o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), assina nesta terça-feira (1) decreto que prevê ponto biométrico para controle de freqüência dos médicos na rede municipal. São Paulo: Caroline Silva Lee, 15 anos, assassinada com um tiro no pescoço. O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), destacou a rapidez na prisão dos criminosos. “Os três tinham passagem na polícia e foram presos em 10 minutos”.  Fato: Os bandidos agem prontamente e os políticos tardiamente.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), manifestou na manhã desta sexta-feira preocupação pela saída temporária de presos concedida pela Justiça no Natal. Segundo o governador, o Estado pretende fazer “um esforço” para debater nova lei federal que divida o número de apenados que recebe o benefício. “Sugerimos que ela não seja feita de uma vez só, mas escalonada”, declarou. Sugiro então ao Governador que os soltem aos blocos ou em bondes, como se costuma chamar, em função do crime, assim fica mais fácil, bonde dos estupradores dia 21/12, bonde dos traficantes dia 22/12, bonde dos pedófilos dia 23/12 e assim por diante.  Tendo as datas e os crimes será mais fácil para a população encontrar um porto seguro, quem sabe no Palácio dos Bandeirantes.

“A principal causa da violência urbana é a precária condição social em outras cidades, na sua maioria em cidades bem longínquas em outros estados da federação, a solução da violência nas grandes metrópoles está no desenvolvimento sócio-educacional e econômico nas cidades pobres principalmente do Nordeste.”  Parabéns senhor  Vagner Ricciardi, essa sua afirmação completa a do governador Geraldo Alckmin que atribuiu a violência em São Paulo ao tamanho da população.  Mas restará um grande problema para as metrópoles se tirarmos os nordestinos, elas simplesmente sucumbem.  Não seria melhor termos governos competentes?

Geraldo Alckmin atribui violência em São Paulo ao tamanho da população e compara: “Aqui é maior que a Argentina”.  Governador, acho que de tanto anestesiar o senhor está anestesiado, só pode ser, não há outra explicação para que uma frase desta tenha sido formada em uma mente sã.