Pular navegação

Tag Archives: INSS

Discordo da afirmação dos “colegas parlamentares” que atribuíram ao voto secreto a permanência da deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF) na Câmara.  A permanência dela representa o estigma maldito que carregamos há anos, por nossa própria incompetência. Como se vê, hoje estão tentando “tapar buracos” na previdência, a previdência não tem “buracos” a serem tapados, é preciso apenas uma pessoa com destreza e dignidade à frente para: a) Cobrar de forma efetiva as grandes empresas inadimplentes. b) Expulsar os funcionários públicos corruptos responsáveis pelo desvio de verbas. c) Enxugar de vez a máquina administrativa e; d) Vender os imóveis milionários de propriedade da previdência que estão se deteriorando pelo país afora.  Impor à população uma nova devassa em seus rendimentos vai servir apenas para abastecer os cofres da corrupção.

A fim de reduzir o elevado déficit previdenciário, o governo articula um conjunto de normas para limitar os critérios de concessão de pensões por morte no Brasil – Ponto. Conjecturando-se, poder-se-ia concluir que: Estando a Segurança Pública no Brasil entregue às baratas, há um aumento significativo dos casos de pensão por morte. Da mesma forma a Saúde Pública no Brasil está falida e em pouco tempo os futuros ex-pensionistas por morte também estarão mortos – Ponto.  Tem-se então o Teorema de Jatiacy que afirma: Sendo a linha do tempo um fato inexorável, o descaso contínuo dos governantes nas áreas de Saúde e de Segurança Pública é necessário e suficiente para um perfeito equilíbrio previdenciário.  Concluímos a partir deste Teorema que: No Brasil quando não morremos de “morte matada” em função de uma Segurança Pública deficiente, morremos de “morte morrida” em função de uma Saúde Pública inexistente…

Infelizmente no dia 26/10/2010 às 12:17h tive a oportunidade de passar diante do Impostômetro instalado pela Associação Comercial de São Paulo quando ele cravava R$ 1.000.000.000.000,00 (1 Trilhão).  E hoje, ao serem diplomados a Presidente, os Deputados e Senadores com um salário acima de qualquer expectativa, observo que os impostos no Brasil sobem em progressão geométrica em função da corrupção. O aumento dos impostos serve apenas para pagar corruptos e tapar o buraco provocado pelas grandes empresas inadimplentes.  Mais fácil não seria cobrar os bilhões que as empresas devem ao INSS do que arrochar os aposentados?

O colega Luciano Nogueira citou em um Jornal de São Paulo três exemplos de patrocínio da Petrobrás que citou como questionáveis, quais sejam: a) Fundação José Sarney que recebeu R$ 1,3 milhão. b) Flamengo: Notório sonegador milionário de INSS. c) Big Brother Brasil. Mas prepare-se pelo que ainda vem ai, Lembre-se que há pouco tempo a Petrobrás despejou milhões de reais nos bolsos dos bicheiros do Rio de Janeiro para patrocinar escolas de samba e nem por isso o Presidente da Petrobrás foi preso, como ocorreu com o cantor Belo acusado de associação ao tráfico.  E não me venham dizer que bicheiro e traficante são como água e óleo…