Pular navegação

Tag Archives: marco Feliciano

Esta verdadeira caça ao Pastor Marcos Feliciano poderia ser estendida a outros setores da sociedade, por exemplo, a política.  Tantos são os desmandos, desvarios, falta de respeito que a maioria dos políticos infringem a população e nenhum destes que agora levantam a chibata contra o pastor só pelo fato dele ser pastor, diga-se a verdade, porque muitos são os que falam dos gays á toda hora e estão por ai sem serem molestados. Porque diante das palavras do Deputado Bolsonaro não há levante de tal monta? Nenhum destes honra a própria dignidade e se insurge contra esta corja que está nos esfolando, trabalhamos e não comemos, trabalhamos e não nos é permitida a diversão, trabalhamos e não nos vestimos, trabalhamos e nosso sangue é usurpado por eles.  Eia brasileiros, tomem para si as verdadeiras rédeas da nação.  Esta força que habita dentro de todos, bem poderia ser usada para o bem geral e não apenas de uma classe de pessoas que por sua diferença quer diferenciar e incriminar os outros.

Enfim, ele está sendo julgado apenas por ser pastor evangélico e os que já o julgaram e estão jogando as pedras estão apenas querendo tirar um “empecilho” de seu tortuoso caminho. Sabem disso com certeza.  Se por palavras ditas fossem afastados de seus cargos onde democraticamente foram colocados os que as disseram, a Marta Suplicy estaria fazendo tricô e o Maluf jogando paciência com os bisnetos.

Hipócritas. Todo este levante contra o pastor Marco Feliciano… Mas como sou paciente vou esperar para ver a reação dos que estão na linha de ataque quando o Papa Francisco pisar no solo brasileiro em julho deste ano para participar da Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro.  Para os que não sabem o Papa Francisco já liderou campanha contra o casamento gay na Argentina afirmando que a aprovação do casamento gay era um “ataque destrutivo ao plano de Deus” e que a adoção de crianças por homossexuais era uma maneira de discriminá-la.  Será que vão fazer um “Fora Francisco” tal qual fizeram o  “Fora Bush”?