Pular navegação

Tag Archives: ministério público

O Ministério Público vai investigar a cobrança de “ar” pela Sabesp.  Quando é retomado o fornecimento de água o “ar” acumulado nos canos movimenta o hidrômetro e nós pagamos por isso.  Aqui vai uma dica: A Sabesp e outras companhias d´água sabem perfeitamente desta ocorrência, os consumidores já alertam há muito tempo sobre esta prática lesiva, mas nenhuma providência é tomada. Cabe ao Ministério Público encontrar meios legais de obrigar a todas as companhias a colocar com seus próprios custos (sem repassar ao consumidor) o aparelho que as empresas privadas vendem para inibir este “furto reverso” que tem prejudicado o consumidor há anos.

Anúncios

O cerco se fecha.  O fácil está se tornando difícil.  Não podendo lançar mão em alternativas para engordar os bolsos a bola da vez agora é o IPTU.  Várias cidades estão querendo “cofres” cheios para o próximo ano eleitoral, mas a torneira está fechada, os olhos da população estão arregalados, um desvio aqui e o network da população massacrada funciona de forma maestral, dedurando, publicando nas redes sociais. Agora foi a vez da cidade de Salto em São Paulo com aumento de IPTU da ordem de até 2.000%.  Em Guarulhos quase chegamos lá, mas a população “engoliu” não sei porque?.  Acho que chegou a hora do Ministério Público fazer uma visita a algumas Secretarias da Fazenda dos Municípios, só para conferir…

Dilma, leia o texto a seguir e te coça, planta bananeira, faz pirueta, faz careta, esperneia, mas não fica parada, vê se faz alguma coisa (já que os homens do planalto não servem prá nada)… “O Setor de Inteligência da Polícia Militar de São Paulo mapeou 116 integrantes do PCC que moram ou atuam na Zona Leste da capital. Os criminosos são considerados de alta periculosidade e circulam livremente pela cidade. Segundo o Ministério Público, os membros da facção criminosa já estiveram presos, mas foram beneficiados por saídas temporárias e não retornaram à prisão. Entre eles estão traficantes, assaltantes, homicidas e sequestradores”.

Comentário no Portal Terra acerca da morte de Priscila Boliveira, que caiu de um parapente: “Sarah Lee 26/03/2012, 09h25 Com certeza foi bala perdida, atiraram pra cima e derrubaram um urubu. Varre e joga no lixo, não fará falta menos um lixo desses.“.  Muito embora tenha denunciado este comentário permaneceu no ar dando vazão a outros comentários piores.  Sugestão ao Ministério Público: Impedir o portal Terra e outros de publicarem comentários deste tipo sob pena de serem cúmplices em um possível processo de apologia ao racismo, ou solicitar os dados cadastrais da “Sarah Lee” e ir direto à fonte.

Não culpo em hipótese alguma os brasileiros que estão alardeando que as Olimpíadas servirão como meio de enriquecimento ilícito para alguns, infelizmente esta prática é praxe em nosso País. Mesmo tendo a Polícia Federal, Ministério Público e Órgãos Fiscalizadores ligados direto ao evento, como bem falou o Lula, sabemos que no Brasil locupletar-se é Cláusula Pétrea da Lei de Gérson no capítulo das Licitações Públicas, tendo o Superfaturamento como Parágrafo Único. A devolução do dinheiro aos cofres públicos é um desafio ainda não vencido, simplesmente porque o interesse político está apenas no jogo de ida, no jogo da volta, nós, contribuintes sempre somos derrotados.

Pena que não há ninguém sério e corajoso o suficiente neste País e o povo há muito se acostumou a olhar apenas para o próprio umbigo. O que está acontecendo com a Petrobrás deveria ser alvo de séria investida do Ministério Público e da Polícia Federal. A expulsão da Secretária da Receita Federal e a indicação de um biltre que chegou ao Senado sem um voto sequer para a presidência da CPI da Petrobrás deixariam qualquer homem público sério com as barbas de molho. Algo de muito podre está acontecendo, mas ninguém quer ver e quem tem a coragem de mexer no vespeiro certamente será ferroado como a Secretária da Receita Federal.