Pular navegação

Tag Archives: Tolerância zero

O vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos, pediu “tolerância zero” e declarou que o Estado vive uma “epidemia de insegurança” após sua filha ser vítima de uma tentativa de assalto no bairro do Morumbi.  Senhor vice-governador, esta solicitação não é sua, mas sim de toda a população de bem deste país, pois desde que assinamos aquele maldito referendo das armas, todos os bandidos estão armados até os dentes e com a mais absoluta certeza de que não encontrarão resistência alguma às suas ações, visto que até a polícia tem sido caçada pelos bandidos. Agora eles enveredaram para as autoridades, são delegados, juízes, deputados, vereadores, todos estão sendo atacados e até mortos! A Juíza Patrícia Acioli do Rio de Janeiro foi morta com 21 tiros! Até onde chegaremos senhor? A polícia e o judiciário já estão desmoralizados, nós estamos encurralados, encarcerados, amedrontados, até onde senhor chegaremos até que uma providência seja tomada?  Qual o limite? O Planalto?

Em razão do massacre de Realengo no Rio de Janeiro onde foram mortas 12 crianças, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), defendeu nesta sexta-feira a revogação do Estatuto do Desarmamento em vigor desde 2004.  Este Estatuto foi um dos maiores erros já cometidos em nome de uma pseudo-segurança pública, pois como resultado ele desarmou uma sociedade ordeira e manteve armados os bandidos.  O que se vê desde 2004 até os dias de hoje é uma população acuada pela bandidagem e os bandidos armados até os dentes em plena luz do dia atacando as pessoas com a certeza de que não haverá um revide à altura.  O que falta mesmo é um governante com “aquilo roxo” para enfiar uma tolerância zero pela garganta dos bandidos.

Sugiro consulta pública, referendo, plebiscito ou pedido de emenda à constituição ou o que o valha para que sejam nomeados e empossados como Executivos da Segurança Pública Nacional os Senhores Carlos Roberto Massa (Ratinho), Afanásio Jazadji e Conte Lopes.  Essa tríade, decerto, colocaria a Segurança Pública novamente nos trilhos.  Em uma semana a bandidagem sentiria na pele o significado da frase tolerância zero.